Duo indie

Vamos falar um pouco de “Duo indie” hoje,coloquei as três bandas que mais ouço,e creio que sejam as mais conhecidas,embora ainda existam mais por aí,espero que gostem !

The Raveonettes

The Raveonettes é um duo dinamarquês,com uma mistura de indie,psicodelia,e vocais sobrepostos,com traços dos hits dos anos 80,são usuários fiéis de instrumentos Fender. Sune toca Jazzmasters, enquanto Sharin toca um Mustang bass. Continuar lendo

Anúncios

O luto da arte

Eaí galera ! Depois de ficar um tempo sem postar,o almaque cult está de volta,e agora vou abordar mais temas por aqui,e para (re)começar,vamos falar sobre arte !

A tese da morte da arte ainda significa mais do que parece

O luto é sempre uma reação à perda de um objeto amado. É, portanto, a experiência da morte enquanto ela pode ser conhecida: a morte dos outros, das coisas, das experiências. Até mesmo, como em Luto e Melancolia, de Freud, a perda de uma abstração, de um ideal qualquer. Nunca a da epicuriana morte que não encontraremos, pois já não estaremos quando ela aparecer. A arte contemporânea é experiência enlutada e, por isso, dói tanto tratar dela. Encará-la é experimentar o luto na forma de sua exposição possível. Mas, se há entre arte e vida, entre ficção e realidade, uma relação que é sempre de mimese, por imitação ou por mimetismo, e se há tanta perda na vida, a arte não deveria ser nosso resgate para além do que a vida nos dá sem nenhuma elaboração?

Continuar lendo

Across the Universe

         
 
Anos 60, paixões, guerras, lutas, e canções dos Beatles, estes são alguns dos elementos usados pela diretora Julie Taymor no musical “Across the Universe”. Ela utiliza tudo isso com grande inteligência e cria o ambiente ideal para os acontecimentos da historia, trazendo aos seus personagens nomes retirados de canções do quarteto de Liverpool.
       O filme começa quando Jude (Jim Sturgess) sai de Liverpool em direção aos EUA a procura de seu pai, nesta jornada ele conhece Max (Joe Anderson) um jovem rebelde estudante, os dois se tornam grandes amigos, Max apresenta a Jude sua irmã Lucy (Evan Rachel Wood). Ela por sua vez se envolve em protestos contra Guerra do Vietnã, é com este clima e belas releituras das canções dos Beatles a historia se desenrola.
        O filme ainda conta com a participação de Bono (U2), Joe Cocker e Salma Hayek.
Premiações
– Recebeu uma indicação ao Oscar de Melhor Figurino.
– Recebeu uma indicação ao Globo de Ouro de Melhor Filme – Comédia/Musical.
– Recebeu uma indicação ao Grammy de Melhor Trilha Sonora – Cinema/TV/Mídia Visual.

PAZ E ARTE A TODOS!!!
By Renato Lima & João Gabriel. 

Nevermind – 20 anos depois.

       

Capa original - Bebê da capa 20 anos depois.

 
          No ultimo dia 24 de setembro um dos discos mais influentes da musica mundial completou 20 anos.
        “Nervermind” do Nirvana, que foi o segundo disco da banda liderada por Kurt Cobain, e até hoje é responsável por influenciar muitas bandas do gênero.
         No seu lançamento a gravadora tinha a expectativa de venda de 250 mil cópias, mas com o sucesso de critica e a aclamação do publico o disco vendeu mais de 26 milhoes de copias, sendo 11,5 milhoes só nos estados unidos.
         Neste álbum figuram alguns dos maiores sucessos da banda, “Smells Like Teen Spirit”, “Come As You Are”, entre outros.
        E recentemente foi escolhido pelo canal de tv americano VH1 o segundo melhor disco de rock da historia, ficando atrás apenas de “Revolver” dos The Beatles.
        E agora 20 anos depois com mais de 30 milhoes de copias vendidas, o álbum vai ter seu relançamento com faixas inéditas, além de um DVD contendo o show “ Live At The Paramount Theatre” nunca exibido antes ao publico.
Faixas do álbum:
01. “Smells Like Teen Spirit”
02. “In Bloom”
03. “Come As You Are”
04. “Breed”
05. “Lithium”
06. “Polly”
07. “Territorial Pissings”
08. “Drain You”
09. “Lounge Act”
10. “Stay Away”
11. “On A Plain”
12. “Something In The Way”    
Vale a pena conferir o som.
 

Budapeste

 


Para quem pensa que Chico Buarque é apenas um grande letrista e compositor da musica brasileira, esta totalmente enganado, ele também se aventura em usar suas palavras em outras áreas, tem peças de teatro e alguns romances publicados, aos poucos vamos abordando outros trabalhos literários deste nosso grande artista.

Hoje em especial vamos falar de seu quarto livro “Budapeste”, romance este que aborda a história de um ghost-writer [José Costa] especialista em escrever cartas, artigos, discursos ou livros para terceiros, sob a condição de permanecer anônimo.

Na volta de um congresso de autores anônimos, Costa é obrigado a fazer uma escala imprevista na cidade título do romance, o que desencadeia uma série de eventos que constituem o centro da trama: casado com a apresentadora de telejornais Vanda, Costa conhece Kriska na Hungria,e eles acabam se envolvendo por um amor intenso.

E no decorrer da história a trama se alterna entre o seu enfeitiçamento pela língua húngara e o seu fascínio em ver seus escritos publicados por outros, bem como o seu envolvimento amoroso com Vanda e Kriska.

Ousado,por vezes complexo,Chico Buarque consegue transformar a narrativa em poesia

O livro recebeu o Prêmio Passo Fundo Zaffari & Bourbon de Literatura de melhor romance em língua portuguesa publicado entre 2003 e 2004.

E com tamanho sucesso,o livro deu origem ao filme “Budapeste” lançado em 2009,e que falaremos sobre ele aqui no nosso blog em breve.

E a mulher amada, cujo leite eu já sorvera, me fez beber da água com que havia lavado sua blusa.

 

Paz e Arte a todos !

“Los Hermanos”

         
         Pra começar a falar sobre esta banda vamos voltar anos 90 quando Marcelo camelo e Rodrigo Barba, estudantes da PUC-RJ, deram inicio a formação de uma banda com um som levado pro Hardcore com letras leves e com temáticas de amor. A banda com um diferencial tinha um saxofonista, e posteriormente o tecladista Bruno Medina.
         Com a entrada dos músicos Rodrigo Amarante (vocais, guitarra e percussão) e Patrick Laplan(baixo) já no ano de 1997 a banda grava suas primeiras demos , “Chora” e  “Amor e folia”.
         As canções demos tiveram um boa repercussão no cenário underground do Rio, sendo assim convidados pra tocar em festivais da cena, o “superdemos”(festival carioca de musica independente) e no “Abril Pro Rock” (festival no Recife conhecido por revelar grandes nomes da musica nacional).
          No ano de 1999 lançam o primeiro disco, “Los Hermanos” e o grande hit “Anna Julia” , produzido por Rick Bonadino, conhecido por emplacar bandas fenômenos.
           Com lançamento do primeiro disco, seu hit tocando em todas as rádios vieram inúmeros shows, participações em programas de Tv o que resultou na indicação ao Grammy de 2000. 
 
           Dois anos depois com a saída do baixista Patrick Laplan, lançam seu segundo disco “Bloco do eu sozinho”, este com uma sonoridade totalmente diferente do primeiro, o que desagradou parte do publico conquistado com o primeiro disco, mas por outro lado os fãs que curtiram esta mudança se mantiveram fiéis a banda.
           Com o lançamento de mais dois discos: Ventura (2003) e “4” (2005) a banda teve mais algumas musicas tocando nas rádios, não como o sucesso do primeiro álbum, mas com grande impacto nos fãs que mantiveram fiéis e aos novos que buscam boas musicas.

 

Discografia
Cds:
Los Hermanos  (1999)
Bloco do eu sozinho ( 2001)
Ventura (2003)
4 (2005) 
Dvds:
Luau Mtv (2002)
Ao vivo no cine Arco-íris (2004)
Los Hermanos na Fundição Progresso (2007)
         Com o lançamento do ultimo DVD em 2007 a banda resolveu dar um tempo , pra que seus integrantes possam se dedicar a outros projetos.
         Marcelo Camelo investiu em sua carreira solo que já teve dois CDs lançados e um DVD, que tiveram boa aceitação do publico que é fã dos Los Hermanos.
CDs:
Sou (2008)
Toque Dela (2011) 
DVD:
 Mtv ao vivo: Marcelo Camelo (2010)

 

        Já o guitarrista Rodrigo Amarante se juntou ao baterista da banda The Strokers , Fabrizio Moretti e a cantora Binki Shapio em 2007 e começaram a banda “Littles Joy” e lançaram seu primeiro disco. 

        Hoje falamos um pouco da banda Los Hermanos,  duvidas e sugestões entrem em contato pelo e-mail: almanaquecult@hotmail.com

Twitter : @almanaquecult

Facebook: Almanaque Cult


 

“Eu Não quero voltar sozinho”

         Olá pessoal, aqui damos inicio as nossas postagens de dicas sobre cinema, vamos começar falando de um curta-metragem que esta dando o que falar.
       Estou falando de “Eu não quero voltar sozinho” do diretor Daniel Ribeiro ,  diretor que já teve um outro muito premiado “Café com leite” mas este vamos deixar pra outra oportunidade.
          “Eu não quero voltar sozinho” conta a historia de um garoto cego , Leonardo(Ghilherme Lobo) , que no decorrer da trama se descobre apaixonado por seu novo colega de classe, Gabriel(Fabio Audi).
           O filme aborda o tema do descobrimento da sexualidade com muita sutileza e simplicidade. Resultado disto é o numero de prêmios que vem recebendo nos festivais que tem participado.
           Ele teve sua estreia no 3º festival de cinema de Paulínia, festival este que lhe renderam os seguintes prêmios :
Melhor Filme – Júri Oficial;
Melhor Filme – Júri Popular;
Melhor Filme – Crítica;
Melhor Roteiro- Júri Oficial.
             E desde então já foram 47 festivais e 45 prêmios.                    
             Porém, nem tudo é flores na vida do curta, recentemente o filme foi censurado em um programa educacional no estado do Acre, o programa se chama “Cine educação”,  o programa foi paralisado depois que um grupo de religiosos ficaram sabendo a exibição do filme,  mobilizaram  políticos da região com o intuito de interromper o programa.
             No momento o programa se encontra paralisado, mas os secretários de Direitos-Humanos do estado estão trabalhando junto ao governo do estado para dar continuidade ao programa, porem o filme “Eu não quero voltar sozinho” não será mais exibido no programa.  
              Abaixo segue o filme na integra pra poderem tirar suas próprias conclusões:
Até a próxima.

 

Sopro de vida

Vamos dar inicio a uma viagem através da arte, da cultura,
da consciência humana. Tentaremos expor a essência que a arte tem, fazendo nossas
analises, trazendo novidades, dicas, artigos, tudo que se relacione a arte em
geral.

PAZ E ARTE TODOS

By: Renato Lima & João Gabriel